Loading...

Elastômeros termoplásticos

/Elastômeros termoplásticos
Elastômeros termoplásticos2019-04-01T16:48:05+00:00

Elastômeros termoplásticos são materiais poliméricos completamente recicláveis que combinam propriedades tanto da família dos elastômeros quanto da dos termoplásticos. Com características físico-químicas próximas às apresentadas pela borracha, podem ser moldados de diversas maneiras para a obtenção de peças, a partir de processos de transformação.

É possível, por exemplo, que os elastômeros termoplásticos sejam estendidos de forma a dobrarem a sua dimensão e depois voltem ao tamanho inicial. Isso acontece quando são submetidos a temperaturas que ultrapassem o seu ponto de fusão. Para que sejam manuseados assim, são empregados métodos de moldagem, como os por injeção, extrusão, sopro e termoformagem.

Como os processos são reversíveis, os produtos obtidos podem ser transformados novamente, em peças diferentes. Os elastômeros termoplásticos possuem uma adesão satisfatória a polímeros termoplásticos, que possibilitam que sejam sobremoldados com materiais como ABS, polipropileno, policarbonato, poliéster (PETG), poliamida etc. Pode-se ainda produzir peças com materiais combinados (rígidos e emborrachados).

O consumo de elastômeros termoplásticos tem crescido muito nos últimos anos, e hoje eles já são usados em muitas aplicações em que antes eram utilizadas as borrachas vulcanizadas, devido a suas vantagens.

Entre as vantagens dos elastômeros termoplásticos, em comparação à borracha vulcanizada, estão: rapidez no ciclo de produção; obtenção de peças totalmente recicláveis; resistência térmica, com ampla faixa de processamento; menor consumo de energia no processamento; redução de peças não-conformes; flexibilidade no processo; baixa deformação; fácil adição de cor; e eliminação de desperdícios.

Além de proporcionar uma solução mais sustentável, o elastômero termoplástico também propicia a reutilização do desperdício de rebarbas (ao contrário das borrachas vulcanizadas), que podem ser moídos e reintegrados no processo em uma porcentagem recomendada.

Da mesma forma que acontece com relação às borrachas vulcanizadas, os elastômeros termoplásticos também têm crescido e substituído os próprios plásticos em algumas aplicações.

Neste caso, as principais vantagens são: resistência maior a baixas temperaturas e impacto; peças flexíveis e com menor índice de ruído; e ampla gama de dureza.

Os elastômeros termoplásticos são divididos em diferentes grupos: TPE; TPV (Termoplásticos Vulcanizados); TPU (Poliuretanos); TPE-E ou COPE (Copoliéster); TPO (Poliolefinas); e SBS (Estirênico).

Devido às suas características, versatilidade e vantagens acima descritas, eles são largamente utilizados hoje na fabricação de variadas peças e produtos para os mais diversos segmentos de mercado, tais como: automobilístico, construção civil, brinquedos, calçados, eletroeletrônicos, embalagens, fios e cabos, utilidades domésticas, médico-hospitalar, dentre outros.