Comumente chamado de PPS, o polisulfeto de fenileno ou poli (sulfeto de p-fenileno), é um polímero de engenharia que foi produzido em larga escala pela primeira vez em 1972.  O PPS é um polímero semi-cristalino, formado pela alternância de átomos de enxofre e anéis aromáticos. Devido a essa configuração, esse o polisulfeto de fenileno (PPS) apresenta excepcional resistência mecânica e térmica, além de uma excelente estabilidade química.

A Compostos do Brasil tem em sua linha o material FORTRON® PPS da Celanese.

 

Propriedades

Ao adicionar fibra de vidro e misturas de fibra de vidro / minerais ao Fortron® PPS, ele confere:

● Temperaturas de serviço até 240°C
● Muito boa resistência a produtos químicos e solventes
● Resistência à chama inerente (UL 94 V-0, alguns grades 5VA)
● Baixíssima absorção de umidade
● Adequado para solda sem chumbo
● Excelente resistência à fluência mesmo a temperaturas elevadas

 

Aplicações

O Fortron® PPS pode ser utilizado para as seguintes aplicações:

● Sistema elétrico e de ignição,
● Sistema de refrigeração,
● Sistema de iluminação,
● Sistema de exaustão de gases,
● Bombas e compressores,
● Sistema de água potável e
● Sistema hidráulico e pneumáticos.

 

Benefícios

A estrutura química do Fortron® PPS fornece excelente resistência química e térmica. Insolúvel em todos os solventes conhecidos abaixo de 200°C, tem uma estabilidade muito boa em ambos os combustíveis automotivos típicos e alternativos.

 

Mercados de atuação

Os principais mercados para utilização do Fortron® PPS são: Automotivo, eletroeletrônico, industrial e utensílios domésticos