Os plásticos são materiais, fáceis de processar, duráveis, eletricamente e termicamente isolantes e resistentes, corrosão, produtos químicos e água.  As propriedades dos materiais podem ser alteradas com a fabricação de compostos especiais.

O nome Plástico é derivado da palavra grega plastikos, que significa capaz de ser moldado. Os materiais plásticos consistem em moléculas de cadeia longa (polímeros) e podem ser disponibilizados em várias cores ou na forma transparente.

Os plásticos de engenharia são um grupo de materiais plásticos com melhores propriedades mecânicas e/ou térmicas do que os plásticos comerciais mais amplamente utilizados (como PVC, polipropileno e polietileno).

Os tipos de plásticos de engenharia

Exemplos de plásticos de engenharia incluem:

  • Acrilonitrila butadieno estireno (ABS)
  • Tereftalato de polibutileno (PBT)
  • Policarbonatos (PC)
  • Polieteretercetona (PEEK)
  • Polietercetona (PEK)
  • Policetona (PK)
  • Polietileno tereftalato (PET)
  • Polioximetileno (POM / acetal)
  • Sulfeto de polifenileno (PPS)
  • Óxido de polifenileno (PPO)
  • Polissulfona (PSU)
  • Politetrafluoroetileno (PTFE)
  • Poli (metacrilato de metila) (PMMA)

Existe exemplos de aplicações, onde as propriedades dos plásticos de engenharia possibilitaram a substituição de materiais tradicionais, como madeira ou e metal agregando a peça ou produto maior resistência, menor peso e facilidade de processamento principalmente em peças complexas.

As propriedades dos plásticos de engenharia que mais se destacam

Cada material tem propriedade especifica que o qualificam para cada aplicação. Por exemplo, o policarbonato tem alta resistência ao impacto, enquanto a poliamida tem alta resistência à abrasão. Outras propriedades incluem:

  • Resistência ao calor / temperatura;
  • Resistência mecânica;
  • Rigidez;
  • Estabilidade química;
  • Auto lubrificação (especialmente usado na fabricação de engrenagens e esquis);
  • Extinguível a chama.

As propriedades dos plásticos de engenharia superam os materiais que eram comuns na indústria pois, além de possibilitar uma troca facilitada de peças em uma manutenção, não são condutores, fator que para determinadas aplicações é essencial.

Como selecionar o plástico de engenharia mais eficaz para sua demanda?

A ampla variedade de plásticos de engenharia no mercado pode gerar dúvidas com relação a seleção do material correto.  A escolha do insumo depende de vários fatores, todos relacionados a aplicação do produto final.  Aqui estão algumas das questões que você precisa considerar:

  • Qual é a função primária da peça?
  • Qual é a temperatura máxima de uso contínuo?
  • Qual é a carga ou tensão na peça?
  • Necessita de aprovação FDA ou outra norma equivalente?
  • A peça entrará em contato com produtos químicos, umidade, luz solar forte?
  • A tenacidade ou a resistência ao impacto são críticas durante o uso?
  • A peça deve ser resistente ao fogo?

A seguir, podem surgir dúvidas sobre o tamanho e a forma da peça, sua capacidade de pintura e cor. Outras considerações são relacionadas ao tipo de moldagem que sua empresa precisará para seu produto final, bem como inúmeras opções de aditivos e personalização. As respostas a todas essas perguntas, levando em consideração as propriedades do plástico direcionarão ao material mais adequado para sua aplicação.

Com o foco sempre na inovação da indústria plástica, a Compostos do Brasil distribui ampla linha de plásticos de engenharia. Para solicitar um orçamento, entre em contato com os nossos consultores de negócios especializados e garanta materiais de qualidade para a sua produção.